Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Bolsa de estudos na Espanha: professores podem se inscrever até abril

Programa Santander Universidades oferece oportunidade para alunos e professores com imersão em Salamanca

POR:
Camila Cecílio
Crédito: Wikimedia Commons/Wikipedia


Universitários e professores brasileiros que sonham em estudar fora têm até abril para se inscrever nos programas de bolsas Top España e Santander Graduação. O primeiro possibilitará a 100 bolsistas uma imersão de três semanas na Universidad de Salamanca, na Espanha, e os interessados poderão se inscrever até às 23h59 do próximo dia 8. Já o Santander Graduação auxiliará, por um ano, 400 alunos com uma bolsa mensal de R$ 300,00 para universidades do Brasil. As inscrições estão abertas até 14 de abril.

Top España

O estudante que deseja se inscrever no Top España deve ser aluno de uma das universidades brasileiras participantes do programa e preencher o formulário de inscrição disponível exclusivamente no aplicativo Santander Universitário, que pode ser baixado tanto na Google Play Store (Android) quanto na Apple Store (iOS). Já para os professores interessados, o processo é diferente: é preciso uma indicação da universidade da qual faz parte.

De acordo com o Santander Universidades, a iniciativa tem o objetivo de proporcionar aos participantes o aprimoramento no idioma espanhol e incentivar a troca cultural. A indicação do nível adequado para cada estudante será feita na própria Universidad de Salamanca, uma das mais renomadas da Europa.

As despesas serão custeadas pelo Santander. O curso será em julho deste ano e terá duração de três semanas.

Santander Graduação

O programa do Santander Graduação tem o objetivo de apoiar alunos de graduação com custos relacionados, por exemplo, à mensalidade da faculdade e material didático. As vagas são, preferencialmente, destinadas a 400 alunos com excelente desempenho acadêmico e condições socioeconômicas desfavoráveis.

Todas as etapas do processo seletivo e critérios utilizados na seleção dos bolsistas de ambos os programas serão definidos pelas universidades participantes, que publicam edital com todas as informações necessárias.