Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

  

MEC anuncia Iolene Lima como secretária-executiva, mas não confirma

O comunicado veio um dia após o ministro Ricardo Vélez Rodríguez anunciar que Rubens Barreto da Silva ocuparia o cargo deixado por Luis Tozi

POR:
NOVA ESCOLA
Iolene Lima foi diretora do Colégio Inspire, em São José dos Campos, no interior de São Paulo  Foto: Divulgação

Pela segunda vez em três dias, o Ministério da Educação (MEC) tem um novo nome à frente da Secretaria Executiva. Após a exoneração de Luiz Antônio Tozi no dia 12 de março, o ministro Ricado Vélez Rodríguez chegou a anunciar que Rubens Barreto da Silva ocuparia o cargo. Só que não.

“Dando sequência às mudanças necessárias, agradecemos a Luís Antônio Tozi pelo empenho de suas funções no MEC e transferimos sua missão de Secretário Executivo a Rubens Barreto da Silva, que ocupava o cargo de Secretário Executivo Adjunto”, escreveu o ministro em seu perfil no Twitter.

Mas nesta quinta-feira, dia 14 de março, logo após participar do velório das vítimas do tiroteio na Escola Estadual Professor Raul Brasil, o ministro voltou ao Twitter para dizer que, na verdade, quem irá assumir um dos postos mais importantes do MEC será Iolene Lima.

"De volta a Brasília, confirmo que Iolene Lima, da Secretaria de Educação Básica, assumirá a Secretaria-Executiva do Ministério da Educação", afirmou ele em uma publicação no Twitter. A indicação foi bastante criticada pela imprensa que chegou a noticiar a insatisfação de alguns setores de apoio ao governo com a escolha do ministro. Desde então, o MEC ainda não publicou a nomeação no Diário Oficial, ou seja, não confirmou se Iolene ocupará mesmo o cargo.

Iolene ocupava a direção de formação do MEC desde janeiro. Ela é ligada à Associação de Escolas Cristãs de Educação por Princípios e já dirigiu o Colégio Inspire, em São José dos Campos, no interior de São Paulo.

Logo após o tuíte do ministro, Iolene respondeu: “Muito obrigada, Ministro @ricardovelez, e meu Presidente @jairbolsonaro. Dediquei minha vida para a área da educação e me sinto honrada. É com grande dedicação que assumo essa responsabilidade importante para a educação do nosso país!”

Antes do anúncio, Iolene servia como secretária substituta da SEB, a Secretaria de Educação Básica do MEC. O Colégio Inspire é uma escola batista que tem entre os objetivos a "formação integral do ser humano" para cumprir "os propósitos de Deus no mundo", como explica em seu site.

A indicação de Iolene Lima segue-se ao que vem sendo visto como uma crise dentro do MEC, que levou a seis exonerações em um só dia.

Tags

Guias