Instituto Nacional de Surdos lança 220 vagas para tutores

Profissionais podem atuar a distância e presencialmente em polos por todo o Brasil

POR:
Gabriel Seixas
Gabriel Jabur/Agência Brasília

O Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), órgão do Ministério da Educação (MEC), divulgou processo seletivo com 220 vagas para tutores. São contratos por tempo determinado, além de cadastros reserva. Os profissionais serão responsáveis por acompanhar e monitorar o curso de graduação em Pedagogia EaD do Instituto Nacional de Surdos e poderão atuar tanto presencialmente como a distância.

Interessados devem possuir Ensino Superior, bacharelado ou licenciatura, e um ano de experiência no magistério para participar. Há oportunidades no próprio INES, onde os tutores atuarão no Núcleo de Educação Online, e para as universidades: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC); Universidade Federal do Ceará (UFC); Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Universidade Federal do Paraná, (UFPR); Universidade Federal da Paraíba (UFPB); Universidade Federal de Lavras (UFLA); Universidade Federal da Grande Dourados UFGD); Universidade Federal da Bahia (UFBA);  Universidade Federal do Amazonas (UFAM); Universidade do Estado do Pará (UEPA) e Instituto Federal de Goiás (IFG).

O Instituto oferece bolsas no valor de R$ 765,00, para jornadas de 20 horas semanais. O contrato pode durar até 48 meses.

As inscrições vão até o dia 1º de fevereiro para o polo de Santa Catarina, e até o dia 5 de fevereiro nos demais polos. Cada local de atuação possui um endereço diferente para a inscrição. É possível conferir em qual endereço se inscrever no item 7.3 do edital. Os candidatos serão selecionados por meio de análise curricular e entrevista.