Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Ministro exonera servidores após confusão com edital do PNLD

A portaria foi escrita em 10 de janeiro e publicada hoje (11) no Diário Oficial

POR:
Paula Peres
Crédito: Luis Fortes/MEC

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, exonerou Rogério Fernando Lot, chefe de gabinete do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE), através de portaria redigida nesta quarta-feira (10 de janeiro) e publicada hoje, 11, no Diário Oficial da União.

Rogério Fernando Lot é o nome que assina a autorização das retificações no edital do Programa Nacional de Livros Didáticos (PNLD) 2020 que causaram polêmica essa semana. À época e até agora, ele era presidente substituto do FNDE.

Além de Rogério, foram exonerados outros nove servidores comissionados em cargos principalmente de assessoria e coordenação do FNDE.

Relembre o caso
No dia 2 de janeiro, um “Aviso de Alteração” publicado no Diário Oficial da União trazia uma série de mudanças para o edital de convocação do processo de inscrição e avaliação de obras didáticas para o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) 2020, que determina os critérios para a compra de materiais didáticos. O primeiro edital, publicado em outubro, tinha uma série de exigências para a seleção das obras, e aquelas que não cumprissem, seriam eliminadas.

LEIA MAIS  Vai-não-vai: entenda a confusão no edital do PNLD 2020 que permitia erros nos livros

Os trechos retirados, agora, permitiam que as obras contivessem erros de impressão ou revisão, peças de publicidade em suas páginas e que não constassem de referências bibliográficas. Além disso, os livros não precisariam mais, obrigatoriamente, retratar a diversidade étnico-social do país, falar sobre o combate à violência contra a mulher nem sobre as comunidades quilombolas.

Menos de 24 horas depois que as mudanças foram descobertas, o Ministério da Educação disse, em nota oficial, que não se responsabilizava por essas mudanças e estava cancelando o aviso.

Leia a seguir a íntegra do comunicado do MEC

“O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, decidiu tornar sem efeito o 5º Aviso de Retificação do edital do PNLD 2020, publicado no dia 2 de janeiro, tendo em vista os erros que foram detectados no documento cuja produção foi realizada pela gestão anterior do MEC e envida ao FNDE em 28 de dezembro de 2018.

O MEC reitera o compromisso com a educação de forma igualitária para toda a população brasileira e desmente qualquer informação de que o Governo Bolsonaro ou o ministro Ricardo Vélez decidiram retirar trechos que tratavam sobre correção de erros nas publicações, violência contra a mulher, publicidade e quilombolas de forma proposital”

Tags