Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Blog de Alfabetização

Troque experiências e boas práticas sobre o processo de aquisição da língua escrita.

Preparativos para a volta às aulas: atividades de apoio à alfabetização

Os momentos de ócio podem render boas ideias de atividades para a sala de aula. Anote todas para não esquecê-las!

POR:
Mara Mansani
Mulher com criança no colo, criança brinca com cubos
Foto: Getty Images

Estar de férias é muito bom. Curtir os dias passeando, fazendo coisas prazerosas ou simplesmente praticando o ócio! Nós, professores, precisamos muito descansar, nos divertir, recarregar as energias para voltar bem às aulas, tanto fisicamente como mentalmente.

Alfabetização na prática: qual é o melhor método? Alfabetização na prática: qual é o melhor método?

Mesmo descansando, alguns pensamentos sobre o trabalho são inevitáveis, porque muitas vezes, quando estamos mais tranquilos, fora da rotina agitada, é que a criatividade vem à tona. 

Venho pensando em várias ideias de projetos, atividades e ações que posso fazer durante o ano letivo para alfabetizar os alunos. Chego a anotá-las em um bloquinho de notas para não esquecer. Pode ser um post nas redes sociais, uma notícia, uma conversa com amigos, um passeio, tudo se torna inspiração.

Pensei em algumas propostas para apoiar e potencializar meu trabalho na alfabetização durante o ano e complementar a aprendizagem dos alunos. São ações que posso ir preparando devagar, que não exigem grandes custos e são possíveis de serem realizadas com qualquer turma de qualquer etapa, com as adequações de acordo com a idade e suas potencialidades. Veja abaixo:

 

  1. Caixas de aprendizagem
    Pretendo preparar duas caixas com atividades extra classe, que possam complementar a aprendizagem em sala de aula. Uma caixa vai ter pequenas fichas de texto para leitura, com piadinhas, poemas e outros textos curtos. A outra terá problemas matemáticos em forma de desafios. Quero buscar problemas não convencionais, que levem as crianças a pensar em diferentes estratégias de resolução. Essas caixas podem ser colocadas em um canto especial da sala, onde todos tenham acesso com facilidade. À medida em que forem terminando suas atividades, as crianças podem pegar as fichas para ler ou tentar resolver os desafios, seja individualmente, em duplas ou trios.
  2. Quadro de metas
    A ideia é propor aos alunos uma meta semanal ou mensal para todos alcançarem coletivamente. As metas podem ser desafios que estimulem o estudo e a pesquisa, como "Ler pelo menos 12 livros de literatura em sala de aula" ou "Aprender a cantar uma música que não seja muito conhecida pela turma", ou ainda "Fazer uma videoconferência com alunos de outra escola", entre outras.
    Dá para pensar em muitas coisas bacanas nesse sentido, tudo alinhado com as necessidades de aprendizagem dos alunos. Podemos até deixar que os alunos proponham metas, para a turma ou para si mesmos, depois que eles se habituarem com a proposta. No primeiro momento, talvez seja melhor nós propormos coisas com um nível de complexidade menor, e ir ampliando conforme conhecemos melhor os alunos.
  3. Eu recomendo...
    A ideia é fazer um mural onde as crianças possam indicar coisas bacanas que elas vivenciaram. Pode ser um passeio em família, a leitura de um livro, uma descoberta, algo que eles queiram ensinar para a turma, etc. É uma atividade que pode envolver também as famílias. Juntos, eles podem pensar e criar as recomendações. Pode-se incluir fotos ou desenhos que ilustrem a indicação. Podemos até elaborar uma pequena ficha para as crianças completarem com informações sobre a recomendação, com itens como "Eu recomendo porque..." "Detalhes da minha sugestão" "Endereço", etc.
  4. Uma imagem por dia
    Um amigo que não é professor, Erik Kuroo, tem um projeto bem interessante! Durante todos os dias do ano (rigorosamente), ele registra em vídeo um segundo de um momento da sua vida. Os registros são bem variados, pelo que percebo gravados de forma aleatória, mas todos bem significativos. São momentos com amigos, uma refeição, o trabalho, a família, o amor e muito mais. No final do ano, ele tem uma espécie de retrospectiva de tudo o que viveu durante o ano. Pensei que, com as crianças na alfabetização, podemos fazer um vídeo de um segundo ou uma foto por dia, de um momento vivido em sala de aula, ou uma atividade realizada fora da escola, no intervalo, na hora do lanche, etc. Se a turma tiver mais autonomia, as próprias crianças podem registrar suas impressões da sala de aula e da escola como um todo. No final do ano, dá para exibir os registros em um slide mais acelerado (afinal, são 200 dias letivos).
    O idealizador desse projeto, "Um segundo por dia", que o Erik e outras pessoas no mundo inteiro seguem, é Cesar Kuriyama. Neste link você pode assistir ao vídeo que explica o projeto (com legenda) e neste você pode acessar o aplicativo para a produção final dos vídeos compilados.
  5. Enigma da semana
    A proposta é de um cartaz com um enigma divertido por semana para a turma pensar e descobrir em conjunto o segredo. Os temas explorados podem ser do universo infantil e outros temas de estudo. Já consigo imaginar as crianças motivadas a resolver o enigma. Pretendo criar também pistas para que as crianças se engajem na reflexão e compartilhem as descobertas.

Como vocês podem ver, são ideias simples, mas que podem render muitos momentos de aprendizagem e diversão. Espero que gostem, compartilhem com os colegas e apliquem em suas aulas. Precisamos exercer a solidariedade e o companheirismo entre os professores. Aprendi com colegas que precisamos abandonar a "solidão pedagógica"!

E vocês, já tiveram alguma ideia nesse período de descanso? O que tem te inspirado? Contem aqui nos comentários!

Um grande abraço, bom descanso e bom ócio criativo nessas férias,

Mara Mansani

Tags

Guias

Tags

Guias