Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Todos podem aprender Matemática em altos níveis

Mentalidades Matemáticas é uma inspiração para todos aqueles que acreditam no potencial humano e no poder que a Educação tem de transformar vidas

POR:
Instituto Sidarta

Todos temos ou conhecemos alguém que tem uma história de fracasso, frustração ou pavor relacionada à Matemática. Em Mentalidades Matemáticas – Estimulando o Potencial dos Estudantes por Meio da Matemática Criativa, das Mensagens Inspiradoras e do Ensino Inovador (Editora Penso), Jo Boaler, da Universidade de Stanford (Estados Unidos), questiona, pesquisa, problematiza e propõe reflexões profundas sobre o ensino da disciplina. Seus estudos levam a discussão a outro patamar quando afirma que todos são capazes de aprender Matemática em altos níveis, independentemente do gênero, lugar social, etnia e até mesmo das escolhas profissionais.

A autora retoma aspectos importantes do cenário atual do ensino da Matemática, propõe caminhos para mudarmos os rumos das histórias construídas pelos alunos e, assim, rompermos com algumas crenças profundamente arraigadas na sociedade contemporânea, como a habilidade matemática em relação à velocidade e o importante papel dos erros para o processo de aprendizagem.

LEIA MAIS   Mentalidades Matemáticas: glossário para entender a obra

Estabelecendo vínculos entre o processo de ensino e aprendizagem em Matemática e a neurociência, Jo Boaler mostra evidências consistentes de como a Educação e as grades curriculares transmitiram mensagens equivocadas nas últimas décadas à população: Matemática não deve ser para todos. O ser humano é capaz de aprender a disciplina em altos níveis e se apaixonar por ela ao longo de seus anos na escola e para toda a vida.

A autora retoma a essência da área com estudo de padrões e relações de elementos diversos em nossa vida, e aponta que pode e precisa ser ensinada como uma disciplina aberta, criativa, visual e não apenas como um conjunto de procedimentos a ser memorizados. Ao longo dos nove capítulos, é possível mergulhar no microuniverso das salas de aula norte-americanas e inglesas onde estudantes de Ensino Fundamental e Médio são instigados com propostas didáticas investigativas e dinâmicas, todas planejadas para uma mentalidade de crescimento. As experiências relatadas mostram exemplos de ferramentas e caminhos para apoiar educadores no ensino da disciplina.

Da teoria à prática, Jo Boaler mostra que é possível reescrever a história do ensino da Matemática, tornando-a cada vez mais equitativa, envolvente e relevante. Esta obra é uma grande inspiração para todos aqueles que acreditam no potencial humano e no poder que a Educação tem de transformar vidas. Com exemplos eficazes, Mentalidades Matemáticas é um guia de informações técnicas e atividades práticas que podem ser implementadas dentro e fora das salas de aula para tornar a aprendizagem de Matemática mais agradável e acessível para todos os alunos.

A professora de Psicologia Carol Dweck, autora de Mindset: A Atitude Mental para o Sucesso, conta que Jo Boaler dedicou seus anos de experiência e sua poderosa sabedoria para mostrar aos professores exatamente como desenvolver o trabalho matemático, estruturar problemas, orientar os alunos no processo e dar feedback de uma forma que os direcione a uma “mentalidade de crescimento” e os mantenha nela. “Jo Boaler é daquelas raras e notáveis educadoras que não somente conhecem o segredo do melhor ensino, mas também sabem como transmitir essa dádiva aos outros. Milhares de professores aprenderam com ela”, afirma Carol.

Clique aqui para baixar o encarte do livro

SOBRE O INSTITUTO SIDARTA

O Instituto Sidarta busca contribuir com as políticas públicas educacionais brasileiras por meio de pesquisa, publicações e formação de educadores da Educação Básica. Fundado em 1998, o Colégio Sidarta - a escola de aplicação do Instituto Sidarta -, faz uma Educação que tem como foco desenvolver o apreço pelo conhecimento por meio da aprendizagem pela experiência.

Acreditamos que cada ser humano é dotado de potencial ilimitado. Nosso objetivo principal é nutrir cada aluno e despertar o seu mais alto potencial. Para isso, pautamos nossas ações em três princípios:

  • Teorias não substituem experiência de vida.
  • Sabedoria é reconhecer a unidade que existe na diversidade.
  • É essencial estimular a consciência do serviço à sociedade.

O Instituto Sidarta também investe em pesquisa, documentação e formação de professores. Ao longo de seus 20 anos de existência, importantes projetos e programas, que tiveram grande impacto na educação, foram feitos em parceria com parceiros relevantes.

Mais recentemente, em 2015, conhecemos o trabalho das professoras Rachel Lotan e Elizabeth Cohen, ambas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Elas criaram o conceito de Instrução Complexa para salas de aula heterogêneas. Assim como nos sistemas sociais, as salas de aula revelam que determinado status social é considerado melhor do que os outros.

Considerando que a Matemática é uma das áreas em que a percepção do status é mais fortemente destacada, pois os sistemas educacionais promovem essa ideia de sucesso, aliamos ao trabalho de Instrução Complexa à abordagem das Mentalidades Matemáticas, proposta da professora Jo Boaler, também de Stanford. Jo Boaler estabelece que a Matemática deve ser ensinada como uma matéria aberta, criativa, visual, e não apenas um conjunto de procedimentos a serem memorizados.

A premissa do Instituto Sidarta no Programa Brasil Mentalidades Matemáticas é o de aliar a melhoria do desempenho dos alunos e promover salas de aula mais equitativas. Para isso, já cumprimos as seguintes etapa:

  • lançamento de três livros de referência (dois deles na Biblioteca Essencial do Professor: Mentalidades Matemáticas e Planejando o Trabalho em Grupo)
  • tradução da página youcubed.org
  • produção do Seminário Mentalidades Matemáticas
  • implantação de dois projetos pilotos (um em escola privada e outro em escola pública)
  • formação continuada de mais de 300 professores de Ensino Fundamental e médio.

Tags

Guias

Tags

Guias