Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Ricardo Velez Rodriguez é indicado para Ministério da Educação de Bolsonaro

Anúncio foi feito pelo twitter do presidente eleito nesta quinta (22/11) à noite

POR:
NOVA ESCOLA

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) indicou Ricardo Velez Rodriguez como o próximo Ministro da Educação. O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (22/11) pela conta no twitter do futuro presidente, após dois dias de incertezas em que nomes como Mozart Neves Ramos e Guilherme Schelb foram cogitados e desmentidos logo em seguida:

Coordenador do Centro de Pesquisas Estratégicas da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), o nome do colombiano Velez Rodriguez esteve desde o início entre as especulações de quem chefiaria o Ministério da Educação (MEC).

LEIA MAIS   O que esperar do ministro da Educação de Jair Bolsonaro

Filósofo de formação, possui mestrado e doutorado na área e atua em temas como filosofia brasileira, pensamento brasileiro e moral social. Ele é professor associado aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e professor emérito da Escola de Comando e Estado Maior do Exército (ECEME). Velez possui trajetória no Ensino Superior, trabalhou na Universidade Estadual de Londrina (UEL) e na Universidad Pontificia Bolivariana, na Colômbia, e coordenou os núcleos de estudos Ibéricos e Ibero-Americanos, de Estudos sobre as Democracias Contemporâneas e o Núcleo de Cosmologia e Filosofia da Ciência.

Além disso, é membro do Instituto de Geografia e História Militar, Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, da Academia Brasileira de Filosofia e do conselho consultivo da Universidade Católica Portuguesa (Lisboa). Entre os livros de sua autoria estão “Da Guerra à Pacificação”, “O Patrimonialismo Brasileiro em Foco” e “A Grande Mentira - Lula e o Patrimonialismo Petista”.

LEIA MAIS   O que esperar de Jair Bolsonaro na Educação

Até o final do ano, Rossieli Soares continua liderando o Ministério da Educação. A partir de janeiro de 2019, ele assumirá a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Confira aqui a entrevista com Rossieli sobre os principais desafios que aguardam o futuro ministro.

Tags

Guias