Oito grandes vozes do Agreste

POR:
Andressa Pellanda

Com base na reportagem de VEJA 2389, de 03 de setembro de 2014, "Cabra da peste", ensine a seus alunos as grandes vozes do agreste nordestino da década de 1970, que marcaram a história da música brasileira.

Alceu Valença
Quem é: Alceu Paiva Valença (São Bento do Una, 1 de julho de 1946) é um cantor e compositor brasileiro. Seu disco de estreia foi gravado em parceria com Geraldo Azevedo. Nasceu no interior de Pernambuco, nos limites do sertão com o agreste. Influenciado pelos maracatus, cocos e repentes de viola, Alceu mesclou a guitarra com baixo elétrico e, mais tarde, com o sintetizador eletrônico nas suas canções.
Disco mais representativo: Coração Bobo (1980)
Por que é fundamental ouvi-lo: foi o disco que trouxe a música de mesmo nome, que estourou pelas rádios de todo o país, levando o nome do cantor para o público. A partir de então, fez turnê ao lado de Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Elba Ramalho, em 1996, com o famoso show O Grande Encontro.
O que faz atualmente: lançou dois álbuns, Amigo da Arte (2014), com um repertório a base de frevos, cirandas e maracatus, e Valencianas (2014), gravado em parceria com a Orquestra de Ouro Preto.

Fagner
Quem é: Raimundo Fagner Cândido Lopes, conhecido como Fagner (Orós, 13 de outubro de 1949) é um cantor, compositor, instrumentista, ator e produtor brasileiro.
Disco mais representativo: Manera Fru Fru, Manera (1973)
Por que é fundamental ouvi-lo: o álbum de estreia do cantor cearense reunia as qualidades que até hoje pontuam sua obra - o vocal rasgado e a mescla de pop com cancioneiro nordestino.
O que faz atualmente: lançou o disco Pássaros Urbanos e gravou ao vivo um show ao lado de Zé Ramalho que deve virar CD e DVD.

Zé Ramalho
Quem é: José Ramalho Neto, (Brejo do Cruz, 3 de outubro de 1949), mais conhecido como Zé Ramalho, é um cantor e compositor brasileiro. É primo da cantora Elba Ramalho.
Disco mais representativo: Zé Ramalho (1978)
Por que é fundamental ouvi-lo: foi o primeiro trabalho-solo do cantor e compositor paraibano, que já tinha um grande currículo: integrara a banda de Alceu Valença e participara de Paêbirú, lendário disco psicodélico gravado em parceria com o cantor Lula Cortes. Zé Ramalho casa seu estilo de cantador com faixas inspiradas no rock psicodélico.
O que faz atualmente: sem lançar material inédito desde 2012, realizou um show junto com Fagner que poderá se tornar CD e DVD ao vivo.

Elba Ramalho
Quem é: Elba Maria Nunes Ramalho (Conceição, 17 de agosto de 1951) é uma cantora e atriz brasileira. Recebeu da Associação de Críticos de Arte de São Paulo prêmio de "Melhor Show do Ano", em duas ocasiões: em 1989 pelo show Popular Brasileira e em 1996, pelo show Leão do Norte.
Disco mais representativo: Alegria (1982)
Por que é fundamental ouvi-lo: a voz aguda (e em outros momentos estridente) da cantora está no seu melhor, e o repertório traz o fino da composição nordestina, equilibrando os então relativos novatos Zé Ramalho e Alceu Valença com músicas da dupla Atônio Barros e Cecéu - entre elas os hits Bate Coração e Amor com Café

.
O que faz atualmente: está em turnê nacional com o espetáculo Cordas, Gonzaga e Afins, que provavelmente vai virar DVD. Deve lançar um disco até o fim do ano.

Moraes Moreira
Quem é: Antônio Carlos Moreira Pires, (Ituaçu, 8 de julho de 1947), mais conhecido como Moraes Moreira, é um cantor, compositor e músico brasileiro, ex-integrante do grupo Novos Baianos e que hoje segue carreira solo.
Disco mais representativo: Lá vem o Brasil Descendo a Ladeira (1979)
Por que é fundamental ouvi-lo: é o trabalho que consolidou o talento de Moraes Moreias como compositor-solo e o que alcançou melhores resultados comerciais. Muito calcado no samba, nele Moreira tem parcerias memoráveis com Pepeu Gomes - seu ex-companheiro no grupo Novos Baianos -, Jorge Mautner e Fausto Nilo.
O que faz atualmente: excursiona com o filho, Davi Moraes, numa turnê que celebra os quarenta anos de Acabou Chorare, clássico dos Novos Baianos.

Geraldo Azevedo
Quem é: Geraldo Azevedo de Amorim (Petrolina, 11 de janeiro de 1945) é um compositor, cantor e violonista brasileiro. Autodidata, aos 12 anos de idade já tocava violão. Iniciou sua trajetória musical quando, aos 18 anos, mudou-se para Recife a fim de estudar, onde conheceu Teca Calazans, cantora, Naná Vasconcelos, percussionista, Marcelo Melo e Toinho Alves que faziam parte do grupo folclórico Construção ao qual juntou-se.
Disco mais representativo: Bicho de Sete Cabeças (1979)
Por que é fundamental ouvi-lo: é a obra de maior sucesso comercial do cantor e compositor que casou a cantoria nordestina com a bossa nova. Traz pelo menos três grandes sucessos: a faixa-título, cantada em dueto com Elba Ramalho, Taxi Lunar, que junta Elba e Amelinha (então mulher de Zé Ramalho) nos vocais de apoio, e a melhor versão já gravada de Paula e Bebeto, parceria de Milton Nascimento e Caetano Veloso.
O que faz atualmente: está preparando um disco de composições inéditas e um DVD de frevo, em comemoração aos seus 70 anos, que completa em 2015.

Belchior
Quem é: Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, conhecido como Belchior (Sobral, 26 de outubro de 1946), é um cantor e compositor brasileiro. Foi um dos primeiros cantores de MPB do nordeste brasileiro a fazer sucesso nacional, em meados da década de 1970.
Disco mais representativo: Alucinação (1976)
Por que é fundamental ouvi-lo: é o disco que consolidou sua carreira, lançando canções de sucesso como Velha roupa colorida, Como nossos pais, que depois foram regravadas por Elis Regina e Apenas um rapaz latino-americano.
O que faz atualmente: Em 2009 e 2012, houve boatos de que o compositor havia desaparecido, mas que foram desmentidos pelo próprio cantor, dias depois, em ambas as ocasiões.

Ednardo
Quem é: José Ednardo Soares Costa Sousa, cujo nome artístico é Ednardo (Fortaleza, Ceará, em 17 de abril de 1945) , é um cantor e compositor brasileiro.
Disco mais representativo: Massafeira (1980)
Por que é fundamental ouvi-lo: disco gravado com diversos intérpretes, ele foi produto do movimento de mesmo nome no Ceará, lançado durante a Ditadura Militar.
O que faz atualmente: possui projeção internacional, sendo suas músicas tocadas em vários países da América Latina, Europa e EUA.

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias