Santa Catarina abre processos seletivos na Educação para os anos letivos 2019 e 2020

São dois editais com diferentes oportunidades; inscrições devem ser feitas até 27 de setembro

POR:
Gabriel Seixas
Avenida Beira Mar Norte, na região central de Florianópolis (SC). Crédito: Wikimedia Commons

A Secretaria de Estado de Educação de Santa Catarina (SED) abriu inscrições para dois processos seletivos com vagas já nos anos letivos de 2019 e 2020, na Educação Básica e Educação Indígena.

Educação Básica

O Edital Nº 1.997/ 2018

, referente às oportunidades na Educação Básica, se divide em 5 áreas de atuação:

Núcleo Comum, com vagas para Professores do Ensino Fundamental I e docentes das disciplinas de Alemão, Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Ensino Religioso, Espanhol, Filosofia, Física, Geografia, História, Inglês, Italiano, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia;

Curso de Magistério, com vagas nas disciplinas: Didática na Educação Infantil, Didática nos Anos Iniciais, Educação e Infância, Educação Especial, Estágio Supervisionado Educação Infantil, Estágio Supervisionado Anos Iniciais, Filosofia da Educação, História da Educação, Libras, Literatura Infantil, Metodologia de Ensino de Alfabetização, Metodologia de Ensino de História e Geografia, Metodologia de Ensino de Ciências, Metodologia de Ensino de Matemática, Metodologia de Ensino de Artes, Organização e Legislação Educacional, Psicologia da Educação e Sociologia da Educação;

Educação de Jovens Adultos, com vagas nas disciplinas: Alfabetização, Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Espanhol, Filosofia, Física, Geografia, História, Inglês, Língua Portuguesa e Literatura, Matemática, Química e Sociologia;

Educação em Espaços de Privação de Liberdade, com vagas nas disciplinas: Alfabetização, Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Espanhol, Filosofia, Física, Geografia, História, Inglês, Língua Portuguesa e Literatura, Matemática, Nivelamento, Química, Sociologia e Atendimento no Sistema Socioeducativo nas áreas de Linguagens, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Alfabetização;

Educação Especial, com vagas nas funções: Atendimento Educacional Especializado - AEE, Professor AEE - Habilidades/Superdotação, AEE - Deficiência Auditiva, AEE - Deficiência Visual, Professor Instrutor de Libras, Intérprete de Libras e Professor Bilíngue - Libras.

Educação indígena

Já o Edital Nº 1999/2018 oferece vagas para Educação Indígena para Professores do Ensino Fundamental I e das disciplinas: Alfabetização, Antropologia, Artes, Artes Indígena - Kaingang/Guarani/Xokleng, Biologia, Ciência Matemática/Natureza e Contexto, Ciências, Ciências Ambientais, Cultura Indígena, Educação Especial, Ensino Religioso, Educação Física, Espanhol, Filosofia, Física, Geografia, Gestão Ambiental, História, Inglês, Intérprete de Libras, Língua Guarani,Língua Kaingang, Língua Portuguesa, Literatura, Língua Xokleng, Linguagens/Contexto Indígena, Matemática, Química e Sociologia).

As vagas são para diferentes níveis de escolaridade, abrangendo profissionais habilitados de nível superior e não habilitados de nível médio completo. Vale conferir caso a caso nos editais completos. A Secretaria não divulgou os salários oferecido para as jornadas, que variam de 32 a 40 horas de trabalho.

Quem estiver interessado pode se inscrever ao custo de R$ 70, até o dia 27 de setembro, neste link. Serão aplicadas provas escritas, previstas para o dia 18 de novembro, e análise de títulos como forma de seleção.