Nobel da Educação 2019 encerra inscrições em 23 de setembro

Quinta edição do prêmio Global Teacher Prize, que reconhece trabalhos de professores em todo o mundo, tem prêmio de US$ 1 milhão

POR:
Flavia Nogueira
Foto: Varkey Foundation

Professores de todo o Brasil poderão se inscrever ou serem indicados por outras pessoas até o dia 23 de setembro para o Nobel da Educação, o Global Teacher Prize 2019, que chega a sua quinta edição.

Para fazer a inscrição basta ir ao site https://www.globalteacherprize.org/ onde também está o regulamento completo do concurso em inglês. O prêmio é de US$ 1 milhão (mais de R$ 4,1 milhões) e será entregue junto com uma condecoração na cerimônia durante o Global Education and Skills Forum, em Dubai, em março de 2019.

LEIA MAIS   Professora de Arte vence o ‘Nobel da Educação’ de 2018

O prêmio é aberto a professores do ensino fundamental e médio, professores de meio período e de cursos online. Os candidatos devem, obrigatoriamente, cumprir carga horária mínima de dez horas semanais e planejar se manter na profissão pelos próximos cinco anos.

No caso de um professor ser indicado por terceiros, a pessoa deverá escrever uma breve explicação online com o motivo da recomendação. O professor indicado vai receber um e-mail sobre sua indicação acompanhado de um convite para a inscrição.

LEIA MAIS  Dois brasileiros concorrem ao “Nobel da Educação”

Em dezembro de 2018 serão anunciados os 50 pré-selecionados e, em fevereiro de 2019, serão apresentados os Top 10. Estes dez finalistas serão levados a Dubai para a cerimônia de premiação que ocorre em março e o vencedor será anunciado ao vivo.  O ganhador será escolhido entre estes dez finalistas pelo Global Teacher Prize Academy, formado por pessoas de destaque do mercado.

O prêmio foi idealizado pela instituição beneficente Varkey Foundation, tem por objetivo valorizar as boas práticas de educação e promover a troca de ideias entre profissionais da área de pedagogia do mundo inteiro.

E muitos professores brasileiros já foram selecionados para o Global Teacher Prize desde a primeira edição, em 2015. Rubens Ferronato, professor de matemática voluntário da escola Dom Pedro II, de Curitiba (PR), especialista no ensino de cegos e pessoas de visão reduzida, foi pré-selecionado em 2018, tendo sido escolhido entre mais de 30 mil inscritos de 173 países.

 

.

Tags

Guias