Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias

Vamos falar sobre saúde mental na escola?

Evento de NOVA ESCOLA debate formação da identidade dos jovens, relação com ambiente digital e como as competências socioemocionais podem promover a saúde mental

POR:
Laís Semis
Foto Getty Images

Bullying, cutting, publicações constrangedoras sobre colegas em redes sociais, clima negativo entre funcionários e alunos. Que escola nunca enfrentou um destes problemas? Segundo dados do relatório “Um rosto familiar: A violência na vida de crianças e adolescentes”, da Unicef, cerca de 130 milhões (um pouco mais de um em cada três) estudantes entre 13 e 15 anos sofrem bullying regularmente no mundo. Este é só um dos problemas que afetam o clima escolar e impactam a saúde mental dos diferentes atores que circulam pela escola.

LEIA MAIS Cyberbullying: a violência virtual

Para ajudar na reflexão de caminhos possíveis para uma escola mais acolhedora, a NOVA ESCOLA, em parceria com o Facebook e Instagram, vai reunir especialistas e educadores para debater esses temas. O evento acontece no dia 15 de setembro (sábado), das 7h30 às 13h30, em São Paulo (SP). Caso você esteja em outro local, será possível acompanhar o evento, que será transmitido ao vivo, pelo Facebook de NOVA ESCOLA a partir das 8h do dia 15. Se interessou? Garanta sua vaga clicando aqui!

A pauta da saúde mental não se restringe ao evento. A ação também é conectada com o Setembro Amarelo, uma campanha que se estende ao longo de todo o mês com o intuito de promover a prevenção ao suicídio e conscientizar a população sobre a necessidade de falar sobre. O tema também é capa da edição de setembro da revista NOVA ESCOLA (leia a reportagem aqui - exclusiva para assinantes).

LEIA MAIS O que é e como lidar com a automutilação na escola

PROGRAMAÇÃO

Sete atividades acontecem durante a manhã do dia 15 de setembro. Serão quatro palestras com os temas “Saúde mental na escola: por que cuidar dela”, “Saúde mental e o ambiente digital”, “Navegação segura: como educar crianças e dialogar com os pais” e “Competências socioemocionais: como elas promovem saúde mental”.

Além das palestras, haverá apresentação de dois projetos desenvolvidos em escolas. O foco dos projetos são “Formação de identidade dos jovens” e o “O papel do professor no clima escolar”. A manhã se encerra com educadores e especialistas trocando experiências e colocando em prática os conhecimentos do dia em um workshop sobre competências socioemocionais.

CONHEÇA AS ATIVIDADES E OS PALESTRANTES

“Saúde mental na escola: por que cuidar dela”
No que consiste a saúde mental na escola? Nesta palestra, os educadores terão oportunidade de conhecer mais sobre o tema, entender a necessidade de as escolas estarem atentas para a saúde mental e entender como alguns sintomas de uma saúde mental ruim se manifestam em crianças e adolescentes. Além disso, abordará a pré e pós-venção e como as escolas podem promover o tema da saúde mental de forma que não seja pontual.

Sobre o palestrante:
Gustavo Estanislau é integrante do grupo Cuca Legal, da Unifesp, especialista em Psiquiatria da Infância e da Adolescência, pesquisador e supervisor clínico do Programa de Identificação e Intervenção para Indivíduos em Estados Mentais de Risco (Prisma) da Unifesp e autor do livro “Saúde Mental na Escola”.

“Saúde mental e o ambiente digital”
No mundo contemporâneo, a identidade, principalmente das crianças e jovens, está sempre conectada ao mundo digital. Nesse contexto, pensar em como as relações se dão nesse espaço e como o digital se relaciona e impacta o não-virtual também é essencial. Identidade, segurança, comunicação e proteção digital serão alguns dos temas tratados pela palestra.

Sobre os palestrantes:
Daniele Kleiner Fontes
 é gerente de políticas e programas de segurança para a região da América Latina no Facebook. Graduada em Direito pela Universidade de São Paulo, mestre em Direito pela Universidade de Brasília e mestre pela Universidade de Harvard.

Centro de Valorização da Vida (CVV), associação civil que presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio e outras ações abertas à comunidade que estimulam o autoconhecimento e melhor convivência em grupo e consigo mesmo.

“Navegação segura: como educar crianças e dialogar com os pais”
O mundo virtual e não-virtual estão muito integrados na vida das novas gerações e a escola tem um papel importante na Educação do uso dessas tecnologias. Mas esse papel não é exclusivo da escola. Os responsáveis pelas crianças e adolescentes também compartilham dessa responsabilidade no bom uso do ambiente digital. Na atividade, os palestrantes comentarão ações para favorecer um uso responsável da internet e como envolver os pais nessa conversa.

Sobre os palestrantes:
Natália Paiva é gerente de políticas públicas do Instagram para a América Latina. Foi consultora especializada em setor público e social da McKinsey & Company e diretora-executiva da organização Transparência Brasil. É formada em jornalismo, com mestrado em Semiótica e com MBA pela IE Business School.

Rodrigo Nejm é diretor de Educação da SaferNet Brasil. Doutor em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), é Prof. Dr. de Psicologia Social no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFBA e membro do Grupo de Pesquisa em Interação, Tecnologias digitais e Sociedade (GITS/UFBA), pesquisando as questões relacionadas à privacidade e exposição de si entre adolescentes nos ambientes digitais.

“Competências socioemocionais: como elas promovem saúde mental”
Nesta palestra serão abordadas as diferenças entre as competências socioemocionais e as cognitivas. É comum a valorização das competências acadêmicas e uma invisibilidade do impacto positivo que as socioemocionais podem causar na vida das crianças e adolescentes, favorecendo inclusive o cognitivo. Além disso, será explorado os problemas que a escola enfrenta relacionados à saúde mental e como o desenvolvimento dessas habilidades podem colaborar para a melhoria desse cenário.

Sobre a palestrante:
Rosane Voltolini é coordenadora dos núcleos de Santa Catarina e Rio Grande do Sul da Associação pela Saúde Emocional de Crianças (ASEC), entidade voltada a viabilizar ações que promovam o desenvolvimento de habilidades emocionais e sociais. Mora em Blumenau (SC) e é psicóloga formada pela Universidade Regional de Blumenau (FURB), pós-graduada em psicologia e saúde mental coletiva pelo Instituto Catarinense de Pós-Graduação (ICPG).

“Formação de identidade dos jovens”
As adolescentes Alessandra Maranca, Catharina de Morais e Maria Clara Nascentes perceberam como muitos de sua turma estavam parecendo tristes ou deprimidos e quiseram entender o porquê. Em 2016, as estudantes do Colégio Dante Aliguieri começaram a desenvolver um projeto científico na área de psicologia social sobre saúde mental e construção de identidade, intitulado “O Bem-Estar do Jovem: A Busca pela Saúde Mental a partir da Construção da Identidade Autêntica”. O projeto foi realizado dentro do programa Cientista Aprendiz, do Colégio Dante. As estudantes apresentarão o projeto, mostrando como a saúde mental está relacionada com a formação de identidade dos jovens na pós-modernidade.

Sobre as palestrantes:
Alessandra Rister Portinari Maranca tem 16 anos e gosta de ciências exatas e humanas. Aluna do Colégio Dante Alighieri, ela adora programar em Python e participou de diversas edições das Olimpíadas de Robótica, além de simular congressos da ONU.

Maria Clara Batista Nascentes tem 16 anos e estuda no 2º ano do Ensino Médio. Interessada por linguagens, ciências sociais, geopolítica e empreendedorismo social, simulou em congressos da ONU e, em julho, participou no Brazilian Leadership Bootcamp, um programa focado em empreendedorismo social para jovens da América Latina.

Catharina Faria de Morais tem 17 anos. Aluna do 2º ano do Ensino Médio, é apaixonada por Geografia, literatura e as Artes em geral. Participa em diversas atividades extracurriculares na escola como Cantos e Danças da Cultura Popular Brasileira, Cinema, Arte e Cultura. Toca piano, flauta transversal, violão e canta. Já participou de gravações e teve experiências profissionais nessa área.

“O papel do professor no clima escolar”
Os conflitos, situações de bullying, indisciplina, falta de cooperação e desrespeito desgastam as relações e influem o clima escolar. Nesse contexto, alunos, gestores, professores e outros profissionais da escola possuem responsabilidade em fazer do ambiente um espaço mais acolhedor. A Evoluir Educação Transformadora possui ações com escolas públicas de todo o país, desenvolvendo conteúdos, metodologias e acompanhando o processo das escolas de desenvolvimento em diversas áreas, entre elas o clima. Na atividade, conheceremos algumas dessas experiências.

Sobre os palestrantes:
Fernando Monteiro é fundador e diretor executivo da Evoluir Brasil, empresa especializada em desenvolver conteúdos e metodologias educacionais inovadoras para o desenvolvimento de pessoas e liderança para sustentabilidade. Especialista em Educação e RSE, é também doutor em Ciências Ambientais e Aprendizagem Social. Já trabalhou com organizações privadas, públicas e não-governamentais no Brasil e no exterior.

Bárbara Dias é coordenadora de projetos. Há mais de dez anos atuo na área da Educação, em projetos variados sobre mudança de cultura escolar, gestão democrática, educação integral no território, formação de redes de lideranças locais, incentivo à leitura e à escrita, entre outros. Hoje, como coordenadora de Educação Integral e Liderança na Evoluir, colaboro em projetos realizados em escolas e municípios de todo o Brasil.

SOBRE OS PARCEIROS
O Facebook foi fundado em 2004. A empresa tem como missão dar às pessoas o poder de compartilhar e fazer do mundo um lugar mais aberto e conectado. As pessoas usam o Facebook para manter contato com amigos e parentes, descobrir o que está acontecendo no mundo e compartilhar e expressar o que é importante para elas. Dentro de sua plataforma, o Facebook disponibiliza materiais exclusivos para educadores (acesse aqui).

O Instagram foi fundado em 2010 e 25 mil pessoas se inscreveram no primeiro dia de lançamento da plataforma. Atualmente é uma comunidade de mais de 1 bilhão de pessoas que capturam e compartilham os momentos do mundo pelo Instagram, tornando-se o lar de narrativas visuais.

SERVIÇO
Evento “Saúde Mental na Escola”
Data: 15 de setembro de 2018
Horário: das 7h30 às 13h30
Local: Rua Leopoldo Couto de Magalhães Jr., 700, Edifício Infinity, 1o andar, Itaim Bibi, São Paulo/SP
Inscrições pelo link: https://goo.gl/forms/b3k1Vw49vAI9TGD72

Atenção! As vagas são limitadas! Será dada preferência aos inscritos que trabalhem como educadores ou sejam estudantes da área. Limite de três educadores por instituição. Na semana do evento, os inscritos deverão confirmar participação respondendo e-mail enviado pela NOVA ESCOLA para garantir sua vaga. Caso não haja retorno até a data estabelecida, será dada oportunidade para os inscritos que estão na fila de espera.

.

Tags

Tags

Guias

Aprofunde sua leitura

Assuntos Relacionados