12 capacitações gratuitas para educadores na região de Campinas

Inclusão, aprendizagem ativa, alfabetização, neurociência e novas abordagens de gestão escolar são alguns dos temas de formação

POR:
Laís Semis
Crédito: Pixabay

Em agosto, o Instituto Brasileiro de Formação de Educadores (IBFE) promove 11 palestras e uma oficina voltadas para professores. Com temas atuais, como neurociência, Base Nacional Comum Curricular e aprendizagem ativa, as capacitações têm duração de cerca de duas horas no período noturno e possuem certificação. Todas as atividades são gratuitas e acontecem em Campinas (SP).

A primeira oficina acontece já na próxima segunda-feira,

6 de agosto, com o tema “Currículo e Educação Inclusiva: oficina de adaptação curricular”. Quem lidera a atividade é Maibí Mascarenhas, pedagoga e especialista na área de inclusão. A proposta é trabalhar em cima de casos reais de estudantes com deficiência trazidos pelos professores participantes.

No dia 7, a palestrante Débora Corigliano, coordenadora do curso de pós graduação em Educação Infantil do IBFE, fala sobre a formação do educador na Educação Infantil.

“Aprendizagem Ativa: como as metodologias ativas ajudam em sala de aula” será abordada pelo professor Alexandre Rezende no dia 9. A proposta é trabalhar como a abordagem deve ser pensada e aplicada no dia a dia da sala de aula.

Já em 13 de agosto, o debate será sobre conceitos e contribuições da psicomotricidade para o desenvolvimento infantil. Quem lidera a palestra “O ‘se movimentar’ no ambiente escolar” é Marcelo Lopes.

No dia seguinte (14/8), outra palestra compõe o calendário de formações: “Alfabetizar e Letrar: O que produzimos na escola?”. A dupla Adriana Pierini e Marissol Prezotto falam sobre ações que facilitam o desenvolvimento das diferentes linguagens na Educação Infantil e séries iniciais do Fundamental.

Crédito: Getty Images

O mundo digital é contemplado no dia 15 por Carolina Defilippi. Em “Motivação em sala de aula para nativos digitais”, Carolina discutirá estratégias para proporcionar mais atividades com satisfação no processo de ensino-aprendizagem.

A agenda segue no dia 16 discutindo “Inteligência emocional do professor: o que é e como desenvolvê-la”. A palestrante é Cristina Corsini.

Em 20 de agosto é a vez de falar do “Lugar da Arte na Base Nacional Comum Curricular (BNCC)”. Quem explica como o componente curricular se coloca no documento é Ricardo Moreira.

A programação contempla discussões atuais sobre os processos de ensino-aprendizagem e também gestão. “Neurociência e Comunicação Emocional: ingredientes para a nova Educação” é tema em 21 de agosto. Neurociência, programação neurolinguística e psicologia analítica serão alguns dos tópicos abordados pelo professor João Rilton.

No dia 22, o foco são diretores e coordenadores pedagógicos. “Novas abordagens da Gestão Escolar: uma nova perspectiva sobre a gestão” é explorado por Rodrigo Morais.

A inclusão volta a ser tema no dia 23 com a palestra “Música, Psicopedagogia e Movimento: pontes para a inclusão” liderada por Junior Cadima.

A agenda se encerra no dia 30 falando sobre “Novas perspectivas da Docência no Ensino Superior”. Na ocasião, Alexandre Rezende abordará as mudanças educacionais, trazidas principalmente pelas novas tecnologias, e como elas afetam a sala de aula e pedem uma formação mais sólida dos educadores.

Todas as palestras acontecem na unidade do Centro do Colégio Objetivo em Campinas, localizado na Rua  Dr. Delfino Cintra, 100. As inscrições podem ser feitas pelo site do Instituto. Mais informações pelo telefone (19) 3231-0077.