Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Blog de Alfabetização

Troque experiências e boas práticas sobre o processo de aquisição da língua escrita.

Férias: hora do professor trocar o estresse pelo descanso

Veja dicas para trocar tarefas da rotina da profissão por atividades de lazer

POR:
Mara Mansani
Crédito: Getty Images

Se eu fosse escolher uma palavra ou frase que resume o final desse semestre, sem dúvidas eu diria: "Estou esgotada!". Fisicamente e mentalmente. Aliás, qual professor não está, neste momento do ano?

O semestre foi difícil e corrido, com situações complicadas como as greves. Muitas escolas tiveram as aulas paralisadas por um tempo, e consequentemente, para garantir o cumprimento dos dias letivos, as férias ou o recesso de muita gente ficaram mais distantes. Professores e alunos cansados, ansiosos pelo merecido descanso.

Para este período, vá você viajar ou não, tenha você um mês ou uma semana de pausa, a minha proposta é fazer boas trocas para recuperar as energias e ter mais qualidade de vida. Veja, a seguir, algumas sugestões de situações que você pode trocar por outras:

  • Troque a correria do dia a dia por uma caminhada

Se você, como eu, anda pela sala de aula o tempo todo, corre de uma escola para a outra e faz muitas tarefas ao mesmo tempo, tanto no trabalho quanto em casa, programe-se para fazer uma caminhada diária. Chame algum amigo para caminhar junto.

Na correria, acabamos não praticando nenhuma atividade física e estamos sempre com alguma dor ou mal jeito pelo corpo. Quem sabe se você iniciar essa rotina nas férias não acaba incorporando na volta às aulas?

  • Troque as reuniões pedagógicas ou de pais e mestres por encontros com seus amigos

Tenho amigos que não encontro há anos por pura falta de tempo. Trocamos mensagens de vez em quando, mas sinto falta de sua presença, seus abraços e carinhos. Pretendo convidá-los, nos próximos dias, para um bate-papo, e sugiro que vocês façam o mesmo! Coloquem a conversa em dia, contem as novidades (não vale só falar de trabalho!). Aproveitem pra matar as saudades e dar boas risadas juntos. 

  • Troque o olhar inquieto em sala de aula por um olhar contemplativo (e faça belas fotografias)

Em nossa rotina, nosso olhar está voltado para as atividades feitas em sala de aula, para os alunos (principalmente os mais levados), para a análise e correção de provas, o relógio, o celular, as mensagens e muitas outras coisas. Quantas vezes, tão sufocados pelo trabalho, não percebemos as belas imagens que nos rodeiam?

Aproveite as férias para observar mais e melhor o mundo. Seja com seu celular ou uma câmera fotográfica, saia registrando coisas que você acha que são bonitas. Pode ser uma paisagem ou pessoas. Pode até ser você mesmo, em selfies. Eu já comecei a tirar as minhas fotos! Veja, abaixo, uma que tirei de uma árvore no interior de São Paulo:

Caption
  • Troque lanches e a má alimentação corrida do dia a dia, por boas refeições

Como nós nos alimentamos de forma errada! No início do ano, comecei bem, levando minha própria refeição, leve e balanceada. Depois de alguns meses, já voltei aos lanches rápidos, nem sempre saudáveis. Muitas vezes, não consigo nem arranjar tempo para comer.

A minha proposta é fazer boas refeições. Como gosto muito de cozinhar, pretendo preparar eu mesma almoços e jantares bem gostosos, e reservar algum tempinho para também comer algo diferente, em algum restaurante gostoso.

  • Troque as idas da casa para escola e da escola para casa por um bom passeio

A rotina organiza nossa vida, mas também torna monótona. É todo dia a mesma coisa! Não há tempo para ir ao teatro, ao cinema, para visitar algum lugar turístico. Minha sugestão é: descobrir um passeio novo.

Se você não for viajar, pelo menos explore lugares que não conhece da sua cidade. Um passeio de um dia ou de um final de semana já está valendo. Na minha região, descobri roteiros de passeios para colher frutas no pé, em sítios e fazendas que oferecem até um bom almoço caseiro. Estou ansiosa!

  • Troque a leitura de livros com temas de trabalho ou relatórios pedagógicos pela leitura por prazer

A profissão docente nos obriga a ler muito! Precisamos sempre estudar para estar mais preparados para as novas demandas na educação e para elaborar boas aulas. Justamente por isso, nossas leituras muitas vezes se resumem ao universo profissional, mais por obrigação do que por algum prazer.

Nestas férias, quero fazer uma leitura por prazer: sem a obrigação que a nossa profissão nos impõe. Preciso dar um tempinho nos livros pedagógicos e me reencontrar com a literatura.

Veja que são propostas simples, mas que podem fazer uma grande diferença no nosso bem-estar. Dá até para acrescentar outras coisas, como praticar o ócio, meditar, namorar. O que importa é descobrir o que podemos fazer para voltar às aulas mais calmos e leves, menos estressados e acelerados. Somos professores, mas acima de tudo somos seres humanos! Precisamos aprender priorizar momentos e ações para cuidar de nós mesmos.

E vocês, queridos professores? Quais serão suas prioridades nesse recesso? Conte aqui nos comentários!

Um grande abraço a todos e até a próxima semana,

Mara Mansani

Tags

Guias

Tags

Guias