Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
RDRevista Digital

Nova Escola

Nesta área você encontrará todo o acervo da revista de maneira organizada e em formato digital

Em dia | Imperdível

Um vídeoclipe, uma exposição e três livros para ficar de olho neste mês

As melhores indicações selecionadas cuidadosamente pelo time de Nova Escola para aproveitar em junho e julho

1) Música: Um videoclipe e o prazer da arte

Trecho do clipe This is America, que já foi visto mais de 100 milhões de vezes

O rapper norte-americano Childish Gambino “quebrou” a internet com o clipe This Is America (Isto são os Estados Unidos, em tradução livre), que ultrapassou 100 milhões de visualizações. E esse enorme sucesso ajuda a entender por que a arte provoca prazer.

Se você ainda não viu o vídeo, tente assisti-lo sem ler as repercussões. Qual a primeira impressão sobre ele? Há cenas chocantes seguidas de uma dança descontraída. Agora, dê um segundo passo: procure a letra da música (há uma tradução em bit.ly/trad-imperdivel) e assista ao clipe de novo. Temas como porte de armas e o uso das rede sociais passam a saltar aos olhos. Por fim, vá mais fundo. Após o lançamento, surgiram textos que analisam as referências que o vídeo traz, como este artigo do jornal Nexo: bit.ly/texto-imperdivel. Alguns notam, por exemplo, que uma pose do rapper no início do clipe faz alusão ao personagem Jim Crow, uma caricatura da população negra criada no século 19.

A cada novo play, você deve ter percebido que a sensação de “Heureca!” aumenta. O gosto de reconhecer algo escondido é semelhante ao de adivinhar uma charada. No caso de This Is America, a internet ampliou esse processo, mas dá para simular isso na escola. Apresente uma obra, peça que os alunos levantem hipóteses e depois explorem os significados. A aula se transforma em uma brincadeira de detetive e fica mais prazerosa.

This Is America, Childish Gambino, 4min4s, disponível em bit.ly/clipe-imperdivel.

2) Exposição: A língua na estrada

Crédito: Divulgação

Em reconstrução desde o incêndio de 2015, o Museu da Língua Portuguesa criou uma mostra itinerante para levar o acervo às cidades de Taubaté, Bauru e São Carlos, em São Paulo. Há espaços dedicados à sala de aula, como o Mundo Lusofônico, que explica a construção do idioma.

Mostra itinerante do Museu da Língua Portuguesa, datas, locais e horários disponíveis em museudalinguaportuguesa.org.br.

3) Gestão: Dilemas educacionais

A autora e professora sênior de Harvard viajou pelo Brasil e conheceu diversas escolas para entender os dilemas da Educação no país. Organizada pelo Instituto Península, a obra traz 22 casos sobre questões como inclusão, violência e equidade na aprendizagem.

Desafios Reais do Cotidiano Escolar Brasileiro, Katherine Merseth e Instituto Península (org.), 230 págs, disponível grátis em http://bit.ly/livro-katherine.

4) Didática: As crianças são os professores

As crianças têm muito a dizer. É desse pressuposto que as autoras extraem sua visão sobre a Educação Infantil e sugerem brincadeiras, histórias, receitas, jogos teatrais, além de caminhos para planejar e avaliar os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento.

Aprender com a Criança, Monique Deheinzelin, Priscila Monteiro e Ana Flávia Castanho, 312 págs., 149,80 reais.

5) Infantil: Asas à curiosidade

Crédito: Divulgação

O que as árvores conversam? E onde andam os gêmeos invisíveis? Essas perguntas dão origem a 19 narrativas imaginativas. Contadas em forma de quadrinhos, elas ainda brindam os pequenos com delicadas ilustrações.

Pequenas Histórias para Grandes Curiosos, Marie-Louise Gay, 44 págs., 39,90 reais

Para assinaturas da revista impressa