Por que a espuma de sabonete e detergente coloridos é branca?

Reflexão e Refração

POR:
Beatriz Santomauro, Rita Trevisan, NOVA ESCOLA
Sabonete com espuma. Foto: Antonio Rodrigues
REFLEXÃO E REFRAÇÃO 
Nossos olhos enxergam o branco quando as 
cores aditivas primárias (azul, verde e vermelho)
ocorrem simultaneamente. O fenômeno acontece 
na espuma, assim como na tela do computador
Foto: Antonio Rodrigues.

Antes de tudo, é preciso entender por que a cor do sabonete não é transferida para a espuma. O sabonete e o detergente, quando concentrados, são coloridos devido à presença de corantes. Para fazer espuma, misturamos o produto concentrado a uma quantidade proporcionalmente muito maior de algum solvente (em geral, água limpa). O resultado é que, nas finas e transparentes paredes de uma bolha de sabão, a presença de corantes é mínima e, portanto, imperceptível aos nossos olhos.

Mas se as paredes de uma bolha são praticamente incolores, porque a espuma - um amontoado de bolhas - é branca e não transparente? A resposta está na forma como nossos olhos enxergam as cores. Quando a luz incide sobre uma bolha, ocorrem dois fenômenos ópticos: a refração e a reflexão. Na refração, uma mudança de velocidade dos raios de luz que atravessam a bolha faz com que a luz branca (a do Sol, no caso) se separe em várias cores. O fenômeno fica mais evidente quando olhamos mais detidamente para uma grande bolha de sabão e vemos aquelas manchas coloridas. Uma pequena parte de luz incidente é refletida e, portanto, não muda de cor (no caso de a fonte ser a luz do Sol, continua branca).

Na espuma, esses dois fenômenos ópticos ocorrem simultaneamente em todas as minúsculas bolhas que a formam. Na nossa retina, camada sensível no fundo do globo ocular, células chamadas cones, sensíveis às cores vermelha, verde e azul (as cores aditivas primárias), informam ao nervo ótico a cor que está sendo vista. Quando as três cores chegam à retina ao mesmo tempo (como no caso da espuma), o que se vê é o branco.
Uma experiência simples comprova esse efeito: observe com uma lente de aumento uma área da tela do monitor do seu computador que tenha a cor branca. Você observará que há nela pontos muito pequenos com essas mesmas três cores sendo emitidas ao mesmo tempo.

É possível mudar a cor da espuma?
Sim, de duas formas. Uma delas é iluminá-la com uma luz colorida, diferente da branca. Outra opção é tingir a solução de água e sabão. No entanto, como a quantidade de água tingida nas paredes das bolhas é muito pequena, o efeito é sutil. Você pode testar, por exemplo, misturando sabão ou detergente com um pouco de café. Nesse caso, a espuma terá uma cor marrom claro, um pouco mais escura que a espuma formada a partir da solução de água cristalina e sabão. 


Consultoria Cristian Anunciato, pesquisador da Sangari Brasil, em São Paulo, SP e Claudia Vecchi, professora da Fundação Bradesco, em Osasco, SP. 

Pergunta enviada por Ana Lúcia Lino Conceição, São Gonçalo, RJ

Compartilhe este conteúdo:

Tags

Guias