Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
01 de Abril de 2007 Imprimir
5 4 3 2 1

Um cotidiano de imagens

No século XXI, a leitura e a interpretação de informações visuais são conteúdos que precisam ser trabalhados desde a Educação Infantil

Por: NOVA ESCOLA

Pela manhã, ao se arrumar para ir à escola, o jovem coloca a roupa, escolhendo, entre as diversas opções, a camiseta mais transada. A garota põe no cabelo várias presilhas coloridas, enche-se de bijuterias e pega sua mochila com bordados aplicados e chaveiros pendurados, onde guarda os cadernos com capas multicoloridas. No caminho, ambos passam por outdoors, carros de diversos modelos, construções de estilos variados... Nos momentos de lazer, crianças e adolescentes interagem com imagens em videogames e no computador, absorvem de maneira quase transcendental o que passa nas telas da televisão e do cinema, navegam diariamente na internet cheia de signos visuais. Nos livros, nas revistas e no celular... figuras, formas e cores desfilam à sua frente.  

As imagens, estáticas ou em movimento, chamam a atenção, seduzem, hipnotizam e convencem os que as observam com inocência. Vivendo na era da visualidade, os alunos são capturados por elas, mas será que eles analisam, interpretam e são críticos em relação a elas? Conseguem apreciá-las como um produto da cultura contemporânea? E ao produzir as próprias peças visuais, será que as enxergam como uma maneira de se expressar? As respostas para essas perguntas nem sempre são positivas. Torna-se necessário, então, conhecer uma nova gramática: a que leva a criança a aprender a ler e a interpretar o código visual usado nas artes, nas manifestações populares e na mídia, assim como o que ensina a ler e a escrever palavras.

Nesse sentido, as artes visuais voltam a ocupar um lugar importante no currículo escolar, sendo vistas como uma parte do conhecimento construído pelo homem desde sempre. Em sala de aula, o principal objetivo é articular criação, imaginação e produção com a percepção dos próprios trabalhos e a análise de obras, assim como garantir acesso à produção artística e estética da humanidade. Ao fazer um desenho ou pintura, dar forma a um material bruto, captar imagens com uma câmera fotográfica ou de vídeo e criar animações no computador, o artista expressa sua experiência de vida e sintetiza sentimentos, ansiedades e expectativas da época em que vive, unindo conhecimentos e técnicas a um estilo pessoal. Quem aprecia e analisa as produções se emociona, estabelece ligações da obra com sua vida e se relaciona com ela de modo único, já que em Arte não existe certo ou errado: ela permite as mais diversas interpretações e os mais diferentes sentimentos, dependendo de quem a vê. A Arte convida para uma leitura do mundo e do ser humano, da própria vida.

Ao garantir a presença constante das artes visuais no cotidiano dos estudantes, você os leva a superar aquele olhar "naturalizado" tão comum nos dias de hoje, aquele que não interroga o que vê. Um dos objetivos deste pôster é justamente fazer com que a turma conheça uma pequena parte dessa produção cultural e tente, por meio do levantamento de hipóteses e análises, estabelecer múltiplas conexões entre elementos dessa longa história.  

"A grandeza da verdadeira Arte consiste em captar, fixar e revelarnos a realidade longe da qual vivemos, da qual nos afastamos cada vez mais à medida que aumentam a espessura e a impermeabilidade das noções convencionais que se lhe substituem, esta realidade que corremos o risco de morrer sem conhecer: a nossa própria vida" 

Marcel Proust (18711922), escritor francês

Na escola 

Educação Infantil 

Na creche e na pré-escola, a criança precisa ser orientada a:

? Manipular diferentes materiais, explorando as diversas possibilidades de uso.
? Utilizar materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies.
? Interessar-se pela própria produção, pela dos colegas e de artistas regionais, nacionais e internacionais.
? Produzir desenhos, pintura, modelagem, colagem e construção, desenvolvendo o gosto pelo processo de produção e criação.

Ensino Fundamental 

O aluno de 1a a 8a série precisa aprender a:

? Atribuir sentido às manifestações visuais do meio em que está inserido.
? Compreender a imagem como elemento constitutivo da cultura contemporânea.
? Conviver com produções visuais e suas concepções estéticas, assim como valorizar e respeitá-las.
? Identificar os significados das formas visuais, as técnicas e os procedimentos artísticos das obras.
? Observar, estudar e compreender diferentes produções.
? Fazer registros visuais expressando idéias, emoções e sensações por meio da poética pessoal em trabalhos individuais e em grupo.
? Saber utilizar fontes de pesquisa no mundo das artes.
? Interagir com vários materiais, sabendo usá-los nas diversas experimentações.
? Produzir desenhos, pinturas, colagens, gravuras, construções, esculturas, instalações, fotografias, filmes, vídeos, meios eletrônicos, design, artes gráficas e outros em diversos espaços.
? Apreciar as formas visuais presentes nos trabalhos dos colegas e dos artistas em geral.
? Conhecer e ler as diversas imagens fotográficas, cinematográficas, impressas, televisivas e digitais.
? Descobrir, observar e criticar elementos e formas visuais na configuração do meio ambiente construído. 

Fonte: Parâmetros Curriculares Nacionais

Quer saber mais?

Bibliografia 

? Arte ao Redor do Mundo (quatro volumes), Antony Mason, 48 págs. cada, Ed. Callis, tel. (11) 30685600, 23 reais cada volume
? Arte Brasileira (cinco volumes), Percival Tirapeli, 80 págs., Cia. Ed. Nacional, tel. (11) 60997799, 23 reais cada volume
? Arte Brasileira para Crianças, Marilyn Diggs Mange, 80 págs., Ed. Martins Fontes, tel. (11) 32598836, 24,50 reais
? Arte e Sociedade no Brasil (três volumes), Aracy Amaral e André Toral, 48, 56 e 48 págs., Ed. Callis, 23 reais cada volume
? Como Usar o Cinema na Sala de Aula, Marcos Napolitano, 249 págs., Ed. Contexto, tel. (11) 38325838, 35 reais
? Conexões! Arte, Caroline Grimshaw, 32 págs., Ed. Callis, 15 reais
? Cultura Visual, Mudança Educativa e Projeto de Trabalho, Fernando Hernandez, 262 págs., Ed. Artmed, tel. 08007033444, 44 reais
? Descobrindo a História da Arte, Graça Proença, 248 págs., Ed. Ática, tel. 0800115152, 54,90 reais
? Didática do Ensino de Arte - A Língua do Mundo, Mirian Celeste Martins e outros, 197 págs., Ed. FTD, tel. (11) 32535011, 61,70 reais
? Explicando a Arte: Uma Iniciação para Entender e Apreciar as Artes Visuais, Jô Oliveira, 152 págs., Ed. Ediouro, tel. (21) 38828416, 54 reais
? Inquietações e Mudanças no Ensino de Arte, Ana Mae Barbosa (org.), 184 págs., Ed. Cortez, tel. (11) 38737111, 24 reais
? O Livro de Arte Para Criança, Amanda Renshaw (org.), 80 págs., Ed. Artmed, 68 reais
? O Que É Fotografia (Col. Primeiros Passos), Claudio Kubrusly, 110 págs., Ed. Brasiliense, tel. (11) 61981488, 16 reais
? O Que É Graffiti (Col. Primeiros Passos), Celso Gitahy, 86 págs. Ed. Brasiliense, 16 reais
? Para Gostar de Aprender Arte - Sala de Aula e Formação de Professores, Rosa Iavelberg, 128 págs., Ed. Artmed, 36 reais
? Pequena Viagem pelo Mundo da Arquitetura, Hildegard Feist, 88 págs., Ed. Moderna, tel. 0800172002, 36,50 reais

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar