Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Blog

null

28 de Outubro de 2014 Imprimir
5 4 3 2 1

4 ferramentas gratuitas para fazer e-books

Por: NOVA ESCOLA

E-book é uma abreviação de origem inglesa para electronic book, ou seja, “livro eletrônico”. Esse tipo de publicação tem diferentes formatos (.pdf, .epub, .doc, .odt, .txt etc) e pode ser lido por diversos programas que funcionam no computador, no tablet e no celular, ou ainda, em dispositivos específicos, como o Kindle e o Kobo, os chamados “eReaders” (abreviação deelectronic readers ou leitores eletrônicos). Para os professores, o e-book pode ser um recurso interessante para compartilhar mais facilmente o trabalho da garotada com a família e a comunidade escolar. Foi o que fez a professora Ana Cláudia Santos, uma das vencedoras do Prêmio Educador Nota 10 em 2014. Ela desenvolveu um trabalho sobre contos populares com alunos do 6º ano da EE Padre Paulo, em Santo Antônio do Monte, Minas Gerais, usando a tecnologia flippage, que permite transformar arquivos PDF em publicações digitais. “Não teríamos dinheiro suficiente para fazer um livro e a tendência do momento é que eles sejam digitalizados. Assim, faríamos economia e, principalmente, poderíamos divulgar nossos textos e o talento de cada um”, diz a docente. Veja o vídeo abaixo:

 

Inspirados pelo projeto de Ana Cláudia, reunimos algumas ferramentas gratuitas semelhantes a que ela usou para você criar seu próprio e-book com a turma. Confira:

 

Livros Digitais

plataforma gratuita desenvolvida no Instituto Paramitas, em português, é inteiramente online, ou seja, não é necessário baixar e instalar um programa em seu computador, apenas fazer um cadastro para ter acesso à área de criação e publicação. Com uma interface intuitiva, é possível escolher capa, fundo e layout da página a partir de modelos prontos. Você pode publicar o arquivo na web (a obra fica disponível em um endereço online para compartilhar com quem quiser), salvar em HTML (para utilizar um servidor próprio) ou ainda no formato .pdf (para impressão e compartilhamento via email, por exemplo).

Acesse: http://www.livrosdigitais.org.br/

Papyrus

A ferramenta também é inteiramente online, disponível em português e fácil de usar. Basta um cadastro para iniciar a criação dos e-books. É possível escolher um estilo partir de uma lista de modelos de capa e tipos de fonte pré-definidos e personalizá-lo de acordo com suas necessidades. Também dá para inserir imagens e links, além de texto, claro. Há uma funcionalidade para importar textos e imagens a partir de uma URL, o que permite, entre outras coisas, transformar um blog em livro. Ao clicar em “publicar”, a obra fica disponível em uma URL que pode ser compartilhada com qualquer pessoa. Além disso, a plataforma oferece diferentes formas de disponibilizar o material para download nos formatos .pdf, .epub e kindle: gratuitamente, com pagamento social (ou seja, é preciso compartilhar um post de divulgação nas redes sociais para ter acesso ao download) ou em dinheiro (disponível apenas para assinantes do plano profissional).

Acesse: http://papyruseditor.com/pt/

 

My ebook maker

É uma ferramenta online e gratuita para criação de ebooks no formato .epub. Após o cadastro, o usuário começa fazendo a capa (com título, autor e uma imagem, se quiser) e depois produz cada capítulo em uma página diferente, que possui um jeitão parecido com o Word. Diferente das outros sites semelhantes, a obra não fica disponível online e deve ser baixada para compartilhamento. O único formato possível para download é o .epub, considerado formato “universal” dos leitores de livros digitais.  

Acesse: http://www.myebookmaker.com/

 

Book builder

Disponível em várias línguas, incluindo o português de Portugal, ele é voltado especificamente para professores e possui diferentes recursos pedagógicos, inclusive para alunos com deficiência. Apesar de ter um visual um pouco mais antigo e ser meio lento, a plataforma é intuitiva e tem funcionalidades interativas: todo livro pode ter um glossário atrelado a ele; o conteúdo pode ser composto por textos, imagens, áudios e links; um recurso de áudio permite que todo o texto possa ser “lido em voz alta” a partir de um clique; e ainda é possível incluir os chamados “assistentes”: são diferentes personagens com a função de apoiar o leitor. O professor define um nome, uma figura e uma voz (masculina ou feminina) e atribui um texto para ele em cada página do livro. Quando o leitor clica no assistente, o texto escrito é enunciado pela voz escolhida. As obras criadas ficam disponíveis para leitura online, download e impressão, e o professor pode optar por publicá-las na Biblioteca Pública, um banco de dados acessível a todos.

Acesse: http://bookbuilder.cast.org/

 

Tenha acesso a conteúdos e serviços exclusivos
Cadastre-se agora gratuitamente
Cadastrar