Compartilhe:

Jornalismo

Escalar o brinquedo mais alto do parquinho; decidir entre culinária, leitura ou massinha; calçar sozinho um sapato; encher o prato com purê de batata. Cada uma dessas atitudes, que a princípio parecem simples, são parte de um processo importante de construção da autonomia, que começa na Educação Infantil e se estende por toda a vida. Ser capaz de tomar decisões por conta própria, levando em consideração regras, valores e a perspectiva do outro, é essencial no desenvolvimento da personalidade e precisa ser um dos focos do trabalho docente desde os primeiros anos da Educação Básica. 

Como aparece no saiba mais). Todas juntas, essas propostas de aprendizagem e cuidado contribuem para que as crianças se sintam seguras e possam cada vez mais agir de forma autônoma.


Fotos: Silvia Zamboni

continuar lendo