Compartilhe:

Jornalismo

Confira duas atividades para explorar a rotação por estações e o laboratório rotacional

Propostas trazem convite para que os alunos experimentem esses modelos nas aulas de Geografia e de Ciências

PorIngrid Yurie

28/03/2022

Ilustração abstrata de alunos em diferentes atividades e em diferentes ambientes.
Ilustração: Nathalia Takeyama/NOVA ESCOLA

Desde que começou a apostar no ensino híbrido, Taís Lino, professora do Colégio Uirapuru, em Sorocaba (SP), conta que os estudantes de 2° ano estão mais autônomos e engajados. "Também noto que hoje temos menos conflitos entre os pares e que rapidamente a turma passa a participar das propostas ativamente, o tempo todo", conta.

Em uma das propostas de atividade com laboratório rotacional, a meninada foi convidada a explorar a interação entre a luz e diferentes materiais. Em outra, trabalharam com rotação por estações para estudar as semelhanças e diferenças entre espaços rurais e urbanos.

"Antes, eu trabalhava de forma que o começo, o meio e o fim de uma aula ficavam em minhas mãos, completamente. Agora, com o ensino híbrido em cena, a dinâmica é mais fluída e permeada pelas intervenções, curiosidades e demandas específicas da turma. Isso potencializa a aprendizagem de todos", fala Taís.

Confira as duas sugestões de atividades com base nas propostas desenvolvidas pela educadora.

divisória de atividade

Testando a interação da luz com diferentes materiais

No esquema de rotação por estações, desafie os estudantes a analisarem como a luz se comporta em relação a materiais opacos, translúcidos e transparentes


Indicado para: 2° e 3° anos 

Materiais: Lanternas ou outras fontes de luz; materiais opacos, translúcidos e transparentes; espelhos; celulares para registro fotográfico ou câmeras fotográficas.

Espaço: Sala de aula e outro espaço da escola.

Na BNCC: EF03CI02


PASSO A PASSO 

Converse com a turma. Antes do dia da atividade propriamente dita, reserve um momento para dialogar com as crianças sobre a luz e sua interação com diferentes materiais. Investigue o que elas já sabem sobre o assunto. Essas informações vão apoiar a preparação das próximas etapas, de acordo com as principais curiosidades e dúvidas levantadas. 

Prepare os laboratórios. Em uma área da escola que não seja uma sala de aula, onde seja possível escurecer o ambiente o máximo possível, disponha espelhos, materiais opacos (brinquedos e utensílios de madeira e de metal, por exemplo) e lanternas. Esse será o primeiro laboratório. O segundo será na sala de aula. Lá, você deve deixar outras lanternas e materiais translúcidos e transparentes (como brinquedos e objetos de acrílico, de plástico e tecidos). Disponibilize também um celular ou câmera fotográfica para que os estudantes possam fazer registros dos colegas trabalhado nos dois laboratórios. 

Explique a proposta. Convide a turma para conhecer cada um dos laboratórios. Converse com os estudantes: o que acham que vai acontecer com cada material ao ser iluminado com a lanterna nos dois laboratórios? Peça que se dividam em três grupos e explique que todos experimentarão cada um dos laboratórios e a vivência da fotografia.

Conduza as atividades. Permita que os estudantes analisem e explorem as diferentes possibilidades de interação da luz com os materiais opacos e os espelhos, materiais translúcidos e transparentes, e peça que anotem suas observações. Enquanto isso, o grupo que está fotografando as experimentações dos outros dois laboratórios pode soltar a imaginação e registrar as investigações dos colegas da maneira que acharem mais interessante. Organize a visita dos grupos para que todos visitem os três laboratórios.

Conclua o trabalho. Reúna as imagens feitas pelos estudantes e exiba o material enquanto conversa com a turma sobre o que os alunos observaram e concluíram a respeito da interação entre a luz e os diferentes materiais disponíveis. Anote os principais pontos levantados pelos alunos e, junto à sua observação e os registros fotográficos deles, prepare os próximos passos para dar continuidade à aprendizagem.

divisória

O que é rural e o que é urbano?

Proponha uma rotação por estações para que as crianças conheçam mais sobre as características de cada um desses espaços


Indicado para: 3° ano

Material: Reportagem de um portal de notícias impressa ou recorte uma de um jornal impresso que se relacione com o espaço rural ou urbano, de preferência de um veículo local; cartazes ou acesso ao aplicativo de mapas mentais digitais MindMeister; fotos impressas de ambientes rurais e urbanos.

Espaço: Sala de aula organizada em quatro espaços (estações) diferentes.

Na BNCC: EF03GE01


PASSO A PASSO

Para começo de conversa. Antes de o dia da atividade começar, fale com a turma sobre espaços rurais e urbanos e registre o que os estudantes já sabem e as dúvidas que têm sobre o tema. Isso vai servir de base para você preparar o conteúdo das estações.

Primeira estação. Imprima a reportagem de um portal de notícias ou recorte uma de um jornal impresso que se relacione com o espaço rural ou urbano, de preferência de um veículo local. As crianças devem ler o material e registrar suas percepções sobre a notícia.

Segunda estação. Disponibilize um computador com acesso a um site para elaboração de mapas mentais on-line, como o MindMeister. Caso não seja possível, ofereça uma cartolina para as crianças criarem um mapa mental sobre espaços rural e urbano. 

Terceira estação. Imprima imagens de espaços rurais e urbanos e deixe-as misturadas. O desafio dos estudantes vai ser distingui-las corretamente.

Quarta estação. Crie um questionário on-line ou impresso com perguntas baseadas na sondagem preliminar com os estudantes.

Desenvolva a proposta. Divida a turma em quatro grupos e peça que escolham a estação que desejam visitar primeiro, e assim por diante, e explique a função de cada estudante por atividade (por exemplo, alguns estudantes podem ficar responsáveis por ler o recorte de jornal e explicá-lo a outros que, por sua vez, vão sintetizar a notícia em um pequeno texto). Combine com os grupos um tempo para trabalhar em cada estação. Em seguida, libere os grupos até que todos percorram todas as estações. No decorrer do tempo, observe os estudantes e registre suas percepções.

Encerre a atividade. Colete as produções dos estudantes. Elas serão úteis para você avaliar o desenvolvimento da turma e planejar as próximas atividades. Por fim, convide a todos, agora reunidos em um grande grupo, para uma conversa final sobre os espaços urbanos e rurais e também sobre o que acharam da possibilidade de trabalhar visitando estações.

divisória

continuar lendo