Compartilhe:

Jornalismo

Educação ambiental e energia: 10 sugestões para ficar por dentro do assunto e trabalhar com a garotada

Inspire-se em reportagens, propostas de atividades, e-book e cursos online gratuitos de NOVA ESCOLA para abordar o assunto com turmas dos anos finais do Ensino Fundamental

PorLisandra Matias

17/01/2022

Professora segura uma planta de luz nas mãos com os alunos ao redor, reforçando a mensagem de e energia e sustentabilidade
A sustentabilidade pode iluminar diferentes caminhos para a aprendizagem das crianças e jovens.
Ilustração: Giovani Flores

Tema-chave para a compreensão do mundo atual e unidade temática da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a questão energética ganhou recentemente ainda mais destaque devido à crise hídrica que afetou o Brasil em 2021. 

Com o baixo volume de chuvas em boa parte do país, os reservatórios de água, necessários para a geração de energia hidrelétrica, registraram os piores índices em décadas, comprometendo o fornecimento de energia e provocando o aumento das contas de luz. No ano passado, o reajuste da tarifa em todo o país foi de 7% para o consumidor residencial. Em 2022, o aumento pode ser ainda maior, segundo estimativas preliminares da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

De acordo com especialistas, o Brasil vive a pior crise hídrica dos últimos 91 anos. Essa situação, no entanto, não é um desafio apenas local, uma vez que alterações nos padrões de chuva têm ocorrido em todo o planeta. Entre as causas desse fenômeno estão as mudanças climáticas, provocadas pelo aquecimento global, e os desmatamentos. 

Para compreender melhor essas questões, que envolvem produção de energia, eficiência energética, sustentabilidade e educação ambiental, e para conhecer formas de articulá-las junto a projetos pedagógicos, listamos uma série de materiais de NOVA ESCOLA para ajudar os professores em classe. Além de reportagens, sugestões de atividades práticas e um e-book, há cursos online gratuitos para professores dos anos finais do Ensino Fundamental – todos estão alinhados com a BNCC, têm 16 horas de duração e oferecem certificado. Confira: 

1. Reportagem De Tales de Mileto a Einstein: como o conceito de energia mudou ao longo da história

Desde a Antiguidade até a Idade Contemporânea, diferentes teorias trataram do conceito de energia. Da busca por justificativas divinas e mitológicas na Grécia Antiga, passando pelo pensamento aristotélico e, depois, pela filosofia escolástica da Idade Média, os pensadores dos séculos seguintes, como Isaac Newton (1643-1727) e Albert Einstein (1879-1955), se basearam na ciência. O texto mostra como a definição de energia se transformou ao longo do tempo e como esse percurso consolidou os conhecimentos que a humanidade tem hoje sobre o tema. 

2. E-book Uma visão geral sobre a matriz energética brasileira

O material detalha a composição da matriz energética brasileira, uma das mais limpas do mundo. Enquanto em todo o planeta o uso de fontes renováveis soma apenas 14% do total, no Brasil essa porcentagem é de 48,4%. Nosso perfil mais sustentável se deve à grande disponibilidade de recursos naturais renováveis no território nacional e ao desenvolvimento de sistemas energéticos que usam biomassa e energias hidráulica, solar e eólica como fontes. 

3. Reportagem Educação Ambiental: como usar o cotidiano dos alunos para ensinar sobre energia

O conteúdo apresenta a experiência de duas escolas públicas que usaram elementos do dia a dia dos alunos para abordar a temática da eficiência energética. Em Limeira (SP), após produzir uma linha do tempo e maquetes com as principais formas de geração de energia, a garotada estudou a matriz energética brasileira e elaborou memes sobre práticas de consumo consciente. Em Mossoró (RN), por sua vez, os estudantes pesquisaram sobre a produção local de energia, desenvolveram um modelo de casa eficiente e apresentaram soluções para a economia de energia nas residências. 

4. Atividade de Ciências Construa um aquecedor solar de água com seus estudantes

A proposta é voltada para alunos do 8º ano do Ensino Fundamental e permite que eles investiguem como aproveitar a energia solar para o aquecimento da água de um chuveiro usando materiais simples, como garrafas PET, balde e cano de PVC. Além de desenvolver um sistema que pode ser usado no cotidiano, contribuindo para a eficiência energética, a atividade envolve problematização do tema, coleta de dados, sistematização das conclusões e demonstração da relação entre teoria e prática. Por fim, a proposta ainda explora a competência EF08CI01 da BNCC, que consiste em identificar e classificar diferentes fontes (renováveis e não renováveis) e tipos de energia utilizados em residências, comunidades ou cidades. 

5. Curso online grátis Consumo consciente e eficiência energética: como trabalhar a temática no ensino híbrido

Discutir o uso sustentável da energia é, mais que uma demanda importante, uma necessidade no mundo contemporâneo. Levando isso em conta, o curso gratuito apresenta propostas de modelos híbridos de ensino – como sala de aula invertida, rotação por estações e laboratório rotacional – que trabalham competências e habilidades previstas na BNCC e articulam diferentes componentes curriculares, como Ciências e História. Entre os temas abordados no curso estão os fatores que influenciam o consumo consciente e a eficiência energética e como manter o crescimento da sociedade com menor impacto ambiental. 

6. Reportagem Energia: como ir além das aulas de Ciências

O Colégio Estadual Bento Gonçalves, na capital baiana, e a EM Miguel Calado Borba, em Angelim (PE), trabalharam com projetos para favorecer a interdisciplinaridade e uma compreensão mais ampla a respeito do tema. Em Língua Portuguesa, os alunos elaboraram cartazes e panfletos com mensagens que incentivam a economia de energia. Em Arte, produziram paródias e cartuns sobre o tema, enquanto nas aulas de Geografia viram como a topografia e o clima influenciam a instalação de diferentes tipos de usinas geradoras de energia. Já os conhecimentos matemáticos foram usados para calcular o consumo de energia e medir o percentual de economia alcançado. 

7. Curso online grátis Como trabalhar energia em projetos interdisciplinares no Fundamental 2

As diversas formas de produção de energia, sua importância para a sociedade, os impactos para o meio ambiente e as possibilidades de fontes alternativas são alguns dos assuntos tratados no curso. Os professores podem se aprofundar no tema ao mesmo tempo em que conhecem possibilidades didáticas, usando metodologias ativas para elaborar planos de aula, projetos interdisciplinares e propostas para o ensino remoto. A abordagem interdisciplinar contribui também para o desenvolvimento de competências, como pensamento científico, criticidade e argumentação, conforme estabelece a BNCC. 

8. Reportagem Sustentabilidade: conheça 4 fontes renováveis para geração de energia elétrica

Nas próximas décadas, as fontes mais limpas e renováveis deverão ter uma participação cada vez maior na matriz energética mundial. Isso porque há uma pressão global pela diminuição da dependência de fontes fósseis, como o carvão mineral, os derivados do petróleo e o gás natural – mais poluentes. Com base nessa questão fundamental do mundo contemporâneo, o texto apresenta quatro fontes renováveis para a geração de eletricidade – eólica, solar, maremotriz e geotérmica – para serem estudadas com a turma. 

9. Curso online grátis Mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável: como usar projetos com os alunos

O objetivo do curso é mostrar para os educadores como falar com os estudantes sobre mudanças climáticas sob a perspectiva do desenvolvimento sustentável. São abordados tópicos como os desafios da educação ambiental, o papel do professor na formação ecocidadã do aluno e como transpor o desenvolvimento sustentável para os espaços escolares. O material apresenta sugestões de como esse trabalho pode chegar à sala de aula, usando metodologias ativas e projetos que articulam dois ou mais componentes curriculares. É apresentado ainda o relato de um professor, que conta como planejou e realizou seu projeto. 

10. Atividade de Geografia Coloque a turma para debater os impactos das hidrelétricas amazônicas

A construção das usinas hidrelétricas de Belo Monte, no Pará, e Jirau e Santo Antônio, em Rondônia – ambas localizadas no bioma da Amazônia – foram assuntos de grande repercussão nacional. Ainda que sejam consideradas fontes de energia limpa, as hidrelétricas causam impactos ambientais e sociais. O objetivo da atividade em questão, indicada para turmas do 8º e do 9º ano do Ensino Fundamental, é discutir os aspectos positivos e negativos dessas grandes obras para as regiões onde estão implantadas e na matriz energética brasileira. A proposta prevê a exibição de vídeos e a organização dos alunos em grupos para debate, apresentações das argumentações e elaboração de um mural virtual.

Acesse aqui a página especial do projeto Energia que Educa e conheça todos os conteúdos da parceria entre a Nova Escola e Neoenergia Coelba, Neoenergia Pernambuco, Neoenergia Cosern, Neoenergia Elektro e Neoenergia Brasília, por meio do programa de Eficiência Energética, regulado pela ANEEL.

continuar lendo